COMO PANELAS INTERFEREM NA SAÚDE

Panelas

Aprenda a escolher o tipo certo de panela!

Em meio a tantas opções, você sabe qual é o melhor tipo para cozinhar?

Nos lares brasileiros é muito comum encontrarmos panelas de alumínio e em menor escala, panelas de teflon/antiaderentes, sendo usadas para o preparo da maioria das refeições. Mas será que isso é seguro para a saúde de quem usa? Depende! Metais tóxicos e minerais podem interagir com os alimentos, trazendo benefícios ou malefícios, e isso depende diretamente da forma e constância com que a panela é usada.

Veja abaixo alguns detalhes sobre cada tipo de panela, e escolha a ideal para você:

Panelas de Ferro

Alimentos ácidos interagem fazendo com que ocorra a liberação do ferro para o alimento, assim como quanto maior o tempo de uso, mais ferro será liberado. Pacientes com Hemocromatose, por exemplo, devem evitar alimentos feitos nesta panela.

Panelas de Alumínio

Alguns estudos relacionam o excesso de alumínio no sangue com anemia e doença de Alzheimer, portanto o preparo de alimentos ricos em enxofre, como espinafre, couve, brócolis e mostarda deve ser evitado.

Panelas de Aço Inox

Há liberação de níquel nos primeiros usos, é de fácil limpeza, contudo pode gerar intoxicação a longo prazo quando mal manuseada.

Panelas de Pedra Sabão

Uma das ideias para se utilizar, contudo tem valor elevado e é difícil de ser encontrada. Não libera nenhum tipo de metal tóxico (quando curada), mas pode liberar Cálcio, Magnésio e Ferro.

Panelas de Teflon/Antiaderentes

É preciso ter atenção com o uso de colheres de metal, preparação de alimentos proteicos (carnes), além do desgaste natural desta panela, pois esses fatores promovem a formação de substâncias tóxicas, maléficas ao organismo.

Sabemos também que não existe panela ideal. Então, quando possível, evite comprar jogos completos e opte por panelas variadas para vários preparos.

- – -

Fabiane Almeida | Nutricionista CRN 8 6363

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA:

1. Por dentro das panelas, Késia Diego Quintaes, Livraria Varela Editora (2005).

2. PASCHOAL, V.; NAVES, A; FONSECA, A.B.B.L. Nutrição Clínica Funcional: dos princípios à prática clínica. São Paulo: VP Editora, 2007.

Tagged: , , ,

Comentários: 2

  1. Maria Auxiliadora Amaral 26/06/2017 às 10:01 Responder

    Gostei das informações mas as panelas de barro/cerâmica ficaram fora.

    • Senff 26/06/2017 às 16:23 Responder

      Oi Maria, bem lembrado! Quem sabe em breve falamos sobre estas também ;)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Imagem CAPTCHA

*