Dica da Nutri – Agosto/2017

Post_adocante_IN

Veja algumas diferenças na composição dos adoçantes mais conhecidos que podem te ajudar a escolher a melhor opção.

Adoçantes, qual o melhor?

O consumo de adoçante teve um aumento nos últimos anos, e não apenas por pacientes diabéticos, mas sim por pessoas que buscam reduzir o consumo de açúcar refinado, assim como a quantia total de calorias consumidas no dia.

Com o aumento da obesidade e doenças associadas, como diabetes, tem se discutido o uso inadequado e sem orientação dos adoçantes, visto que em estudos em modelo animal não é possível estabelecer, com certeza, os riscos relacionadas ao uso destes. Novos estudos precisam ser feitos para estabelecer a dose segura.

Então vejamos algumas diferenças na composição e ação dos adoçantes mais conhecidos que podem te ajudar a escolher a melhor opção:

Aspartame

Mais comumente usado em produtos alimentícios, esta relacionado, de acordo com alguns estudos, com reações alérgicas, dores de cabeça e depressão. Possui fenilalanina (um composto natural que está presente em todas as proteínas), por isso, pessoas que possuem a doença Fenilcetonúria (acúmulo de fenilalanina no corpo) devem evitar.

Sucralose

É contra indicado para pacientes com alterações de funcionamento na tireoide (hipotireoidismo, por exemplo), pois é obtida a partir da cloração seletiva da sacarose, e isso poderia atrapalhar ainda mais o seu funcionamento deficiente.

Ciclamato de Sódio

É um derivado do petróleo e possui quantidades significativas de sódio, por isso, hipertensos devem ter muito cuidado ao usar este tipo de adoçante.

Stevia

Extraído a partir da planta Stevia Rebaudiana Bertoni, possui compostos fenólicos e é pouco absorvido pelo organismo, o que é em grande parte, responsável pela segurança em seu uso. Atualmente é o mais indicado para consumo, assim como o xilitol.

Mas lembre-se!

Toda e qualquer indicação deve ser precedida de avaliação, por isso, procure seu médico e nutricionista para prescrevê-los.

Fabiane Almeida | Nutricionista CRN 8 6363

REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA:

1. United States Recommended Daily Allowance (USRDA)

2. SHILS, M.; OLSON, J.; SHIKE, M.; ROSS, C. Tratado de nutrição moderna na saúde na doença. 10 ed. São Paulo: Manole, 2009. 2256p.

3. GUPTA, S. et al. Sucralose induced pancreatic toxicity in albino rats: Histomorphological evidence. J. Morphol. Sci., 2014, vol. 31, no. 2, p. 123-127.

4. MELO, S. et al. Efeitos dos diferentes tipos de adoçantes dietéticos isolados nos parâmetros nutricionais e bioquímicos de ratos. Nutrire. 2015 Aug; 40(2):153-161.

Tagged: ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Imagem CAPTCHA

*